Imagem de fundo do menu

O que é e como funciona o programa tempo de aprender

O programa faz parte da PNA (Política Nacional de Alfabetização) e tem como foco enfrentar os problemas da alfabetização no Brasil.

A primeira infância é um período crucial para o nosso aprendizado. É nessa fase que exercitamos a capacidade de nos comunicar, de conviver em um grupo, de desenvolver consciência sobre nós mesmos e sobre os outros, além de várias outras habilidades que nos acompanharão pelo resto da vida.

Também é nessa fase que todo brasileiro deveria passar pelo processo de alfabetização. Ela não só é a base da leitura, da escrita e, consequentemente, de todos os conhecimentos que adquirimos como também é um direito de todo cidadão. A alfabetização no Brasil, no entanto, sofre com diversas deficiências, e são elas que o Programa Tempo de Aprender pretende corrigir.

Entenda neste artigo o que é e como funciona o Programa Tempo de Aprender.

MENU DE NAVEGAÇÃO

1 → O que é o Programa Tempo de Aprender

2 → Como funciona o Programa Tempo de Aprender

1 → O que é o Programa Tempo de Aprender

O Programa Tempo de Aprender foi desenvolvido a partir das diretrizes da Política Nacional de Alfabetização (PNA) do Governo Federal e tem como propósito enfrentar as principais causas das deficiências da alfabetização no país, dentre eles:

  • Déficit na formação pedagógica e gerencial de docentes e gestores;
  • Falta de materiais e de recursos estruturados para alunos e professores;
  • Deficiências no acompanhamento da evolução dos alunos;
  • Baixo incentivo ao desempenho de professores alfabetizadores e de gestores educacionais.

O Programa é destinado para gestores e educadores da pré-escola ao 1º e 2º ano do ensino fundamental das redes públicas estaduais, municipais e distrital. A ideia é fornecer apoio pedagógico para a alfabetização, aprimorar as avaliações realizadas nessa etapa, oferecer formação continuada e valorizar os profissionais da alfabetização.

2 → Como funciona o Programa Tempo de Aprender

As ações do Programa Tempo de Aprender são estruturadas em 4 eixos:

Eixo 1: Formação continuada de profissionais da alfabetização

1.1 Formação prática para professores alfabetizadores: para melhorar a educação, primeiro é preciso investir nos maiores protagonistas desse processo: os professores. O objetivo dessa ação, portanto, é proporcionar aos docentes a aquisição de conhecimentos, habilidades e estratégias para lidar com os desafios intrínsecos ao processo de alfabetização.

1.2 Formação prática para gestores educacionais da alfabetização: assim como os professores, os diretores, coordenadores pedagógicos e secretários da educação também precisam de uma formação qualificada para que os resultados dentro das escolas sejam melhores. Essa ação de suporte aos gestores é uma parceria entre o MEC e a Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

1.3 Intercâmbio de professores alfabetizadores: esta ação concilia conhecimento científico sobre literacia e práticas pedagógicas e consiste no envio de profissionais do magistério que sejam efetivos em escolas públicas ou secretarias de educação para o curso Alfabetização Baseada na Ciência (ABC), uma parceria com a Capes e promovido pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP) e pelo Instituto Politécnico do Porto (IPP). Saiba mais sobre o curso aqui.

Eixo 2: Apoio pedagógico para a alfabetização

2.1 Sistema On-line de Recursos para Alfabetização — Sora: essa solução vem para democratizar o acesso a recursos educacionais de qualidade. O sistema auxilia os professores no planejamento das aulas, pode ser adaptado à necessidade dos usuários e dispõe de recursos como estratégias de ensino, atividades e avaliações formativas. Todas as escolas que aderem ao Programa Tempo de Aprender têm acesso ao sistema e ao suporte do Sora.

2.2 Apoio financeiro para assistentes de alfabetização e custeio para escolas: a ação tem como objetivo possibilitar os pagamentos de despesas com assistentes de alfabetização, que auxiliam professores em sala, e materiais utilizados em aula. Os recursos são obtidos por meio de repasses financeiros da União.

2.3 Reformulação do PNLD para educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental: PNDL é a sigla do Programa Nacional do Livro Didático, que orienta a elaboração dos materiais de alfabetização assim como as diretrizes da PNL. O objetivo é elevar a qualidade dos materiais, levando em conta as evidências científicas mais recentes da Ciência Cognitiva da Leitura.

Eixo 3: Aprimoramento das avaliações da alfabetização

3.1 Estudo Nacional de Fluência: quando uma criança desenvolve a fluência, ela consegue se concentrar mais no significado da leitura do que no processo de decodificação. Quando monitora o progresso dos alunos, o professor consegue identificar as dificuldades de cada um e oferecer a ajuda que eles precisam. Para as escolas que participam do Programa Tempo de Aprender, o MEC fornece um diagnóstico formativo de fluência para alunos do final do 2º ano do ensino fundamental, o que facilita a verificação da aprendizagem através do indicador de desempenho.

3.2 Aperfeiçoamento das provas do Saeb voltadas à alfabetização: o objetivo desta ação é adequar as avaliações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) gerido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) para verificar o desempenho dos alunos a partir de elementos essenciais para a alfabetização.

3.3 Avaliação de impacto das ações do programa: essa é uma ação fundamental para que o programa seja sempre aprimorado e garanta um bom uso do dinheiro público.

Eixo 4: Valorização dos profissionais de alfabetização

4.1 Prêmio por desempenho para professores, diretores e coordenadores pedagógicos: por fim, esta ação visa melhorar a qualidade a aprendizagem a partir de incentivos financeiros para professores, diretores e coordenadores pedagógicos do 1º e 2º ano do ensino fundamental que obtiverem bom desempenho em alfabetização. A ideia aqui é estimular que as metas estipuladas em cada escola sejam alcançadas e o desempenho dos alunos do 2º ano do ensino fundamental será a principal métrica.

Para saber mais informações sobre o Programa Tempo de Aprender, acesse o site:

http://alfabetizacao.mec.gov.br/tempo-de-aprender

Leia também:

Para que serve a BNCC

Conheça os 4 tipos de avaliação escolar

Desempenho de aulas: como melhorar resultados na sala

Peça uma demonstração